Elasticidade cruzada da demanda; bens substitutos; bens complementares

Elasticidade Cruzada da Demanda

A elasticidade cruzada da demanda mede a variação percentual na quantidade demanda de um bem dado uma variação percentual no preço de outro bem substituto. Por exemplo, de quanto seria o aumento na quantidade demandada de margarina se houvesse um aumento no preço da manteiga.

Efeitos da elasticidade do bem sobre gastos do consumidor:

No caso da demanda:

Gastos do consumidor = Px Qx

Receita do produtor     = Px Qx

Se Edx px > 1 (elástico)à   De Px aumentar à Gastos (receita) reduzem

Se Edx px < 1 (inelástico)à   De Px aumentar à Gastos (receita) aumentam

Da oferta do bem X, sabe-se que:

Sx = F (Px, Pz, Py, Pw, …………., preço dos fatores de produção)

Então:

E sx px = (ΔQx/Qx) /(ΔPx/Px) elasticidade-preço da demanda;

E Sx px = (Δ Qx/Qx) / (ΔPx/Px) elasticidade preço da oferta

Se E Sx px > 1, oferta elástica

Se E Sx px < 1, oferta inelástica

Abaixo demonstraremos um cálculo de elasticidade cruzada.

PERÍODO PREÇO MANTEIGA DEMANDA POR MARGARINA
JAN/2011 R$10,00 480
FEV/2011 R$10,50 500

Aplicando-se a fórmula:

a11111111111111111

a2222222222222222

Entendendo o resultado: para cada variação percentual de 1% no preço da manteiga, a quantidade demanda por margarina aumentará em 0,83%. Por serem bens substitutos é de esperar que o aumento do preço de um produto gere aumento da demanda de seu concorrente. Repare que o resultado apresentado não se pode inferir em quanto reduziu a demanda por manteiga, que pode ou não ter sido de 0,83%. Apenas podemos afirmar que a demanda por margarina deve aumentar em 0,83% para cada 1% de aumento no preço da manteiga. Os consumidores podem ter migrado para outros substitutos que não a margarina, podem ter migrado para a nata, o requeijão, a maionese…

Caso os bens fossem complementares, e não substitutos, é esperado que a elasticidade cruzada da demanda entre eles seja negativa e não positiva como no exemplo apresentado. Vejamos o caso do café e o açúcar. É de se esperar que um aumento das vendas de café gere um aumento no consumo de açúcar. Então um aumento no preço do café, gerará uma redução na demanda por café e consequentemente uma redução na demanda por açúcar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s