O Dilema Econômico: Recursos Escassos x Necessidades Ilimitadas X Restrição Orçamentária.

Hoje iremos falar um pouco mais sobre os recursos escassos e necessidades ilimitadas além da decisão do consumidor na hora de decidir qual produto lhe satisfaz mais em comparação a sua restrição orçamentaria, e iremos apresentar um exemplo que irá ajudar muito a compreender um pouco mais sobre o assunto

A maioria das pessoas gostaria de aumentar a quantidade e a qualidade dos bens que consome, porem pessoas consomem menos do que desejam devido à restrição orçamentária. Tal restrição é “o conjunto de bens e serviços possíveis de serem consumidos por dado consumidor tendo em conta o seu rendimento disponível”. Um exemplo clássico que é dado em diversos momentos por economistas é o da pizza e Pepsi. Suponha-se que o consumidor tenha renda de $ 1.000 por mês, e decida gastar toda a sua renda em pizzas e Pepsi, sendo que um Litro de Pepsi custa $ 2 e a pizza $10, a tabela a seguir mostra algumas das muitas combinações de Pepsi e pizza que o consumidor pode comprar.

222222222222222

Olhando a tabela da figura podemos retirar um gráfico do qual podemos verificar todos os pontos que vão da linha A à B da qual esta linha se chama de restrição orçamentária, que mostra as combinações de consumo de que o consumidor dispõe, assim representando um tradeoff entre Pepsi e pizza.

3333333333333333333

A inclinação da restrição orçamentaria mede a taxa que o consumidor pode trocar um bem pelo outro. Mas para que se possa retirar uma conclusão do assunto, tem de levar em consideração outros fatores, tais como, as preferencias do consumidor, se há indiferença entre os bens ira ter uma curva de indiferença na qual as combinações de consumo irão proporcionar o consumidor a mesma satisfação, caso tenha diferença de satisfação entre os produtos para o consumidor ira haver uma taxa marginal de substituição da qual mede o quanto o consumidor está disposto a trocar um bem pelo outro. Outros fatores que podem alterar a curva da restrição orçamentário são o efeito de renda e o efeito de substituição.

O efeito renda é a variação de consumo que ocorre quando uma mudança de preço move o consumidor para uma curva de indiferença mais elevada ou menos elevada, já o efeito de substituição é a variação de consumo que ocorre quando uma mudança de preço move o consumidor ao longo de uma dada curva de indiferença até um ponto com uma nova taxa marginal de substituição.

Recursos escassos na economia se deve ao descasamento entre a disponibilidade de recursos e os desejos individuais. Capital, terra e trabalho, ao lado do conhecimento tecnológico e capacidade empresarial, constituem recursos de produção escassos. Deles resultam os bens e serviços que são oferecidos a sociedade para a solução de suas necessidades e necessidades ilimitadas. Mas que necessidades são essas? Podemos descrever elas em, necessidades coletivas, e individuais.

As necessidades coletivas são as que todos grupos sentem, tais como, necessidade de segurança, de defesa, de educação, saúde dentre outras. Tais necessidades são supridas em parte ou totalmente pela ação do Estado.

Já as necessidades individuais compreendem em basicamente dois grupos, o das necessidades absolutas do ser humano, isto é, relacionadas as exigências de natureza biológica, tais como dormir, comer, respirar e etc. Mas tais necessidades absolutas talvez não necessitem de alguma solução econômica. E também há as necessidades relativas, que são as que não são idênticas para todos os indivíduos, tais como normas, costumes e valores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s