Custo de Oportunidade ou Custo de Benefício

Oportunidade é um entendimento crucial para as decisões que tomamos diariamente. Basicamente consiste no que abrimos mão de fazer para executar outras tarefas que possam nos trazer alguns benefícios. Em termos práticos: se você opta por trabalhar 12 horas por dia para auferir uma renda maior que possa oferecer aos seus filhos uma educação de qualidade, você estará abrindo mão de um maior cuidado com sua saúde pela falta de tempo para fazer exercícios físicos ou simplesmente para descansar em casa. No futuro essa decisão por uma longa jornada poderá ter sérias consequências.

No futuro você terá o prazer de ver seus filhos se formando em boas universidades e conquistando boas posições no mercado de trabalho. Entretanto, ao se submeter a longas jornadas de trabalho, você precisará gastar mais dinheiro com médicos e medicamentos em sua aposentadoria. Portanto, a decisão tomada hoje trará os benefícios de uma consolidação profissional dos seus filhos proporcionado pela renda auferida, mas ao mesmo tempo levará você a uma maior necessidade de assistência médica pelo stress de um longo período de trabalho árduo.

Pensemos o inverso: você optou por trabalhar o estritamente necessário para a sobrevivência de seus filhos e para uma educação mínima. Com tempo disponível, você cultivou hábitos saudáveis de se exercitar após o trabalho e de se alimentar muito bem. Em sua aposentadoria, consultas médicas serão raras. Entretanto, seus filhos não tiveram acesso a grandes escolas e nem a cursos de idiomas e, dessa forma, não conseguirão grandes posições no competitivo mercado de trabalho. E quais são as consequências possíveis?

Apesar de sua idade avançada, você exibe uma saúde impecável. Entretanto, seus filhos continuam precisando de seu apoio financeiro e, portanto, você terá que adiar sua aposentadoria por mais alguns anos. Conclusão: para chegar aos 70 anos em boa forma, você abriu mão de oferecer aos seus filhos uma educação de primeira qualidade com direito a escola particular, cursinho pré-vestibular e cursos de idiomas.

Agora analisemos outra situação que nos leva a dois outros conceitos da Economia: a vantagem absoluta e a comparativa. Imagine que você trabalhe na empresa X e ganhe 10 dólares por hora. E que o portentoso quintal da casa de Tiger Woods necessite de uma limpeza. Para executar todo o serviço, você gastará 1 hora. O talentoso golfista, entretanto, levará apenas 45 minutos para terminar o trabalho. Como Woods utiliza menos insumos (nesse caso consideremos o tempo como insumo), é possível afirmar que o atleta tem uma vantagem absoluta sobre você.

Mas a conclusão não pode ser tirada apenas considerando a vantagem absoluta. Caso você perca uma hora de seu trabalho, que te proporciona uma renda de 10 dólares para fazer a limpeza do quintal de Tiger Woods por 5 dólares, poderemos dizer que seu custo de oportunidade será de apenas 5 dólares. Agora analisemos o imenso custo de oportunidade para o golfista norte-americano.

Ao invés de perder seu precioso tempo arrumando seu quintal, Woods poderia estar gravando um importante comercial para a Nike por, digamos, 10 mil dólares. Assim, limpar sua própria casa custará para o golfista norte-americano exatos dez mil dólares – o que nos leva à conclusão que você tem uma vantagem comparativa em relação a Tiger Woods. Muito provavelmente o atleta irá te contratar e correr para os estúdios de uma famosa agência de publicidade para gravar o comercial.

Diariamente tomamos dezenas de decisões na esfera familiar, profissional e afetiva sem percebermos os custos de oportunidades envolvidos nessas atitudes. Basicamente, tudo que fazemos nos impede de fazer outra coisa. Logo, há um custo de oportunidade envolvido em tudo. Em alguns casos, como o primeiro exemplo exposto nesse texto, as consequências poderão levar anos ou até décadas; em outras situações os efeitos serão quase imediatos.

É por isso que em um mundo dinâmico e acelerado como o que estamos vivendo atualmente, com “toneladas” de informações despejadas sobre nós pelas mídias disponíveis, é crucial que tenhamos a capacidade de selecionar e estabelecer prioridades para que, de fato, consigamos tomar boas decisões e executar tarefas de forma eficiente e eficaz. Caso contrário, passaremos mais tempo corrigindo escolhas mal feitas e pobremente executadas do que realmente progredindo em nossas vidas e carreiras.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s